Vendas de alimentos vencidos: Quais riscos trazem para o seu negócio e à saúde do consumidor

Segundo a Anvisa, é indispensável se certificar de que a validade dos alimentos ainda esteja no prazo. Entretanto, infelizmente muitas pessoas ainda não estão a par do quanto os alimentos vencidos podem ser prejudiciais para a saúde.

Dessa maneira, antes de comprar e consumir, garanta que todos os alimentos ainda estejam próprios para consumo e que ofereçam a devida segurança para o consumidor. Afinal, os produtos não impactam somente a saúde dos usuários, mas também a economia do fornecedor e demais aspectos produtivos do ambiente. Desse modo, leia este post e saiba mais sobre o assunto. Boa leitura!

Sobre a data de validade

Alimentos fora da validade podem causar sérios problemas para a saúde do consumidor, fazendo com que possa haver intoxicação alimentar severa e demais complicações digestivas, cutâneas, etc.

O fato é que os sintomas da intoxicação podem nem mesmo aparecer nos primeiros momentos após o consumo. Na verdade, eles podem surgir até muitas horas ou dias após a ingestão. Isso depende, obviamente, da quantidade de bactérias, fungos e também vírus que estão contidos nos produtos.

O que ocorre a partir do momento que um alimento vencido é vendido?

Ressaltamos que todos os estabelecimentos, sem nenhuma exceção, precisam manter um controle de alimentos vencidos. Caso contrário, podem receber até mesmo multas por conta disso. No entanto, nem sempre o alimento vencido está à venda de propósito.

Muitas vezes, na correria do dia a dia, é comum que algo possa passar despercebido, mesmo que não seja, nem de longe, o certo. Ainda assim, é obrigatório ter um controle de validade rigoroso dentro do estabelecimento. Em relação aos consumidores, é imprescindível que, caso comprem um alimento vencido, comuniquem o responsável imediatamente.

Além disso, caso um alimento vencido seja disponibilizado para venda, esse tipo de infração pode ser reportada até mesmo para a Vigilância Sanitária e ao Procon. Dessa maneira, o estabelecimento poderá arcar com consequências desde multas a interdições.

Como evitar que alimentos vencidos sejam vendidos?

Existem formas simples, eficazes, de evitar que os alimentos sejam vendidos após do prazo de validade indicado. O que será necessário para colocar todo o passo a passo em prática é apenas organização e engajamento por parte de todos os envolvidos.

1. Balanço

É indispensável fazer com que o ambiente passe por um balanço adequado de produtos. Afinal, saber exatamente o que está sendo vendido e quais as quantidades é de suma necessidade para garantir que tudo esteja devidamente dentro do prazo de validade.

Além disso, o balanço por si só já é uma ótima forma de ter uma noção clara sobre os produtos que estão presentes na loja e quais as suas quantidades. Assim, balanços devem ocorrer de forma frequente a depender da rotina do local.

2. Controle de estoque

É indispensável que um controle de estoque seja feito de maneira frequente e adequada. É possível saber quais são os produtos mais vendidos, se há espaço suficiente e demais características que colaborarão para que a compra do material seja feita de forma correta, bem como o seu controle.

3. Lista de compras

Não há a mínima possibilidade de comprar produtos para vender sem ter o controle sobre quais são os mais necessários. A lista de compra colabora de grande forma para que o comprador não adquira além que o necessário.

4. Conscientize a equipe

Todas as tarefas e dicas citadas aqui até o momento, dependem profundamente da colaboração da equipe como um todo para que funcionem de maneira adequada. É preciso que todos estejam de olho na validade, a fim de garantir que o serviço seja executado da melhor forma.

5. Observe as condições do estoque

Uma das características que muitos empreendedores do varejo alimentício realmente não prestam atenção é em relação às condições do estoque. Por mais que os produtos sejam comprados na quantidade certa, com o devido controle e demais características para a qualidade, o estoque é inadequado.

Não possui a iluminação, circulação de ar e demais estruturas adequadas para comportar os produtos. Tudo isso colabora para um vencimento acelerado, já que podem ficar expostos à umidade, calor e falta de luz.

Quais os cuidados que o consumidor deve ter?

O consumidor precisa ter atenção na hora de comprar um produto. Indica-se sempre olhar as embalagens antes de adquirir qualquer um dos produtos. Caso algum produto esteja vencido, como já dito, deve-se avisar imediatamente o responsável pelo estabelecimento.

A atenção é necessária, já que é o dinheiro e a saúde do consumidor que está em jogo, bem como a reputação do comércio. Ambos os lados devem estar atentos para evitar que algo assim ocorra.

O que o responsável deve fazer em caso de alimentos vencidos?

Deve-se imediatamente conferir todos os outros produtos do mesmo fornecedor, marca e tipo. Pode ocorrer de estar presente na prateleira mais de um alimento vencido e nem a equipe e nem o responsável ter se dado conta disso.

Em seguida, assim que houver disponibilidade de horário, é necessário realizar a conferência dos demais alimentos para garantir que estarão todos dentro do prazo de validade. Assim como existem clientes que terão calma para tentar solucionar o problema, outros preferirão a denúncia.

É sempre melhor garantir a segurança do local, o controle adequado das datas de validade e, assim, manter não somente o fluxo econômico e a boa reputação, como também a saúde física do consumidor e a confiabilidade entre todos.

Conclusão

É necessário estar muito atento em relação aos prazos de validade dos produtos. Não somente o dinheiro e a reputação do ambiente estão em jogo, como também a saúde dos consumidores que não devem, em hipótese alguma, consumir alimentos vencidos. Logo, a responsabilidade é imensa e exige colaboração de todos os envolvidos. Se gostou do conteúdo, assine a newsletter e esteja por dentro de todas as novidades!

Contate-nos para Palestras, Treinamentos e Consultorias Alimentares em seu estabelecimento pelo e-mail: assessoria@ouvidoriaalimentar.com.br.

Acompanhe nossas mídias sociais e baixe o e-book em www.ouvidoriaalimentar.com.br.

#OuvidoriaAlimentar
#DraAdrianaAbud
#DiaDoNutricionista

Autora: Dra. Adriana Abud é Médica Ouvidora, Expert em Food Safety, Food Defense e Food Fraud.

Imagem: Tina Gasparin

Compartilhe o post nas redes:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email

Deixe seu comentário:

Copyright © Ouvidoria Alimentar 2020.