Perigos do Botulismo no consumo de alimentos enlatados ou embutidos

Os perigos do Botulismo no consumo de alimentos enlatados ou embutidos é mais comum do que as pessoas pensam.

O botulismo é uma doença neuroparalítica grave, não contagiosa, causada pela ação de uma potente toxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum, que pode levar à morte por paralisia da musculatura respiratória. É uma doença bacteriana rara, que entra no organismo por meio de machucados ou pela ingestão de alimentos contaminados, principalmente os enlatados e os que não têm preservação adequada.

Embora existam três formas de o botulismo ser diagnosticado, em todas elas as manifestações são neurológicas ou gastrointestinais. O maior risco na contaminação alimentar está no consumo de conservas e embutidos.

Entre os produtos comumente envolvidos nestes casos estão as conservas, especialmente artesanais; embutidos, como salsichas e presunto; pescados defumados, salgados e fermentados; queijos e, mais raramente, produtos enlatados.

A recomendação da Vigilância Sanitária é consumir apenas produtos com origem comprovada, com inspeção no órgão da agricultura competente, dentro da validade e conservados adequadamente.

Fontes: Ministério da Saúde e Agência de Notícias do Paraná, repórter Wyllian Soppa.

Contate-nos para apoiar nos Protocolos Comportamentais e Higiênico-Sanitários e para Consultorias Alimentares em seu estabelecimento pelo e-mail: assessoria@ouvidoriaalimentar.com.br.

Acompanhe nossas mídias sociais e baixe o e-book em www.ouvidoriaalimentar.com.br.

#OuvidoriaAlimentar
#DraAdrianaAbud
#Botulismo

Autora: Dra. Adriana Abud é Médica Ouvidora, Expert em Food Safety, Food Defense e Food Fraud.

Imagem: Giovana Barbosa

 

 

Compartilhe o post nas redes:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email

Deixe seu comentário:

Copyright © Ouvidoria Alimentar 2020.